O que rolou no IX Consad

O vice-presidente da AGGEB, Roberval Rocha de Miranda, participou do IX Congresso CONSAD de Gestão Pública, evento que proporcionou a divulgação de novos conhecimentos e experiências de suma importância para o desenvolvimento da Gestão Pública. Ele preparou um relato dos principais momentos do evento. Acompanhe abaixo…

abertura Consad 2016

O evento promoveu o encontro com servidores da carreira de Gestão Pública de outros entes da federação, EPPGGs, Analistas e Gestores Governamentais, que demonstraram a evolução da Gestão Pública através dos trabalhos apresentados em painéis durante o Congresso.

Tivemos também a reunião com a ANESP e demais EPPGGs de outros Estados onde foi formada uma comissão para debater sobre agendas estratégicas para a Federação. Por concordância, foi formada uma Comissão que deverá avançar na finalização do Estatuto, com base em minuta anterior já discutida desde maio de 2015 entre as carreiras.

Durante as palestras apresentadas é oportuno destacar os seguintes trabalhos:

Transformação dos Governos para a Nova Economia Digital, palestra proferida pelo Ex-Ministro de Tecnologia da Informação e Comunicação da Colômbia, Diego Molano Veja, idealizador do Plano Vive Digital, plano lançado em 2010, com o objetivo de também criar postos de trabalho e erradicar a pobreza no país, mediante a utilização da internet.

No projeto em questão os jovens considerados empreendedores, ganham bolsas de estudo com a condição de terminar a graduação e criar um aplicativo para o estado.

Foram feitos investimentos de infraestrutura sendo que mais de 200 municípios receberam fibra ótica, ou seja, 96% dos municípios ganharam acesso à internet. Hoje, todas as entidades estatais, quando veem que o plano está funcionando, querem participar.

Para o palestrante o Brasil possui uma grande capacidade para combater a  pobreza mediante a utilização da internet como ferramenta de novas oportunidades, pois mais de 50% dos brasileiros estão conectados a rede mundial, o desafio agora é saber como usar.

Palestra do Ministro Gilmar Mendes do TSE

O Presidente do  Superior Tribunal Federal (TSE), Gilmar Mendes, afirmou, durate o CONSAD, nesta quinta-feira (09/06), que a BIOMETRIZAÇÃO , conhecido como o modelo de cadastro biométrico eleitoral, é uma solução para a identidade única do cidadão  e atualmente  foi realizado o cadastramento de 48 milhões de eleitores pelo sistema biométrico.

Segundo Gilmar Mendes “A justiça eleitoral vem aperfeiçoando o sistema e a biometrização é imprescindível. Não é raro ter pessoas que dispõem de várias carteiras de identidade. Isso é uma fragilidade do título eleitoral eletrônico. Em Goiás, com a biometrização, identificamos um cidadão com 40 títulos eleitorais. Ou seja, a ferramenta permite um avanço real sobre as informações

Além do mais o processo de biometrização  permitirá que o cidadão possua um cartão com chip, com identidade única, além de ter acesso em todos os serviços governamentais oferecidos à sociedade, como por exemplo programas sociais e previdência.

Esperamos que o Congresso realizado possibilite o  surgimento de novos conhecimentos que possam fortalecer o processo de Gestão Pública do nosso Estado.

Comentários

Comentários